4 dicas para uma melhor gestão dos gastos da obra

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Realizar uma obra e economizar dinheiro em meio ao processo pode parecer impossível para muitas pessoas, porém é uma prática que tem se tornado cada vez mais popular. A famosa gestão de gastos da obra visa reduzir custos desnecessários para viabilizar projetos evitando um valor de orçamento final que pesa no bolso.

Para reduzir custos e gerenciar os gastos da obra de maneira efetiva, é preciso considerar uma série de fatores que impactam o desenvolvimento de um projeto e podem aumentar seu orçamento, mesmo que não exista necessidade para isso.

Como o assunto ainda é novo para muitas pessoas, resolvemos selecionar 4 dicas para estabelecer uma boa gestão dos gastos com obras para te ajudar a concluir seu projeto sem gastar além do valor estabelecido. Veja a seguir:

●    Desenvolvimento de projeto


Toda obra deve passar por um processo de planejamento para definir as bases de desenvolvimento do projeto, evitando contratempos no futuro ao prever os cenários possíveis de acontecer no decorrer da obra e quais soluções podem ser adotadas para eliminar um problema e evitar gastos repentinos.

A fase de desenvolvimento do projeto é também o ponto de partida para garantir uma boa gestão de gastos na obra. Contando com o auxílio de um engenheiro de custos, é necessário determinar o valor de orçamento, os gastos que podem vir a acontecer e a melhor forma de gerenciar o dinheiro disponível estando ciente dos custos totais da obra.

●    Uso de tecnologias


O uso de tecnologias no planejamento de obras têm sido cada vez mais comum. Computadores, smartphones e equipamentos de engenharia desempenham um papel fundamental em obras ocorridas atualmente, além de exercerem influência nos gastos.

Para otimizar o andamento da obra e acompanhar todas as etapas do projeto, bem como mensurar gastos, os profissionais contratados por você podem ser valer de softwares de gestão de obra para monitorar gastos.

●    Planejamento de gastos


Ainda falando sobre o processo de desenvolvimento da obra, é indispensável realizar um planejamento detalhado de gastos.

Coloque na ponta da caneta todos os gastos que serão realizados em cada etapa da obra, determine para que ação cada valor de dinheiro será destinado e qual o procedimento adotado pelo engenheiro de custos. Mais importante ainda, saiba como você pagará a obra, seja através de uma linha de crédito ou por meio de investimentos próprios.

●    Compra de materiais


A compra de materiais, como Conexões de aço de carbono e Tubo de aço carbono, é um tópico em especial, uma vez que a aquisição de materiais de qualidade deve estar alinhada com o planejamento financeiro de gastos a serem realizados em uma obra.

Nossa recomendação é realizar compras em lojas especializadas em seu segmento, fazendo uma pesquisa de mercado para comparar preços e dar prioridade para produtos de qualidade que sejam acompanhados de um ótimo custo x benefício.

Podemos tomar como exemplo as Conexões de aço de carbono feitas a partir de Tubo de aço carbono, um produto de alta performance, indicado para vários projetos de infraestrutura de obras. Disponível por um preço que costuma variar no mercado, é sempre mais seguro analisar as diferentes ofertas para identificar aquela que irá unir bom preço com qualidade.

Contando com a missão de entregar qualidade, durabilidade, resistência e ótimos preços, a Montana Tubos conta com uma linha completa de Conexões de aço de carbono e Tubo de aço carbono para obras residenciais, empresariais e industriais! Visite nosso site e compre os melhores produtos do mercado em nossa loja virtual! Estamos esperando por você!



Comentários no Facebook